30 setembro 2008

Como complicar o sentimento altruísta do seu filho.

Antes mesmo de engravidar, prometia a mim mesma que nunca mentiria para meu filho. Nem mesmo nas coisas mais singelas. Óbvio que tentaria dizer a verdade de uma maneira que ele entendesse e não achasse complicado. Acho que venho cumprindo bem até demais a promessa, pois foi assim que quase compliquei o sentimento altruísta dele.

Dia desses, estávamos conversando e ouço-o dizer:

"Mãe, se eu fosse mágico, faria chover dinheiro. Assim, ninguém passava fome".

Eis que, apesar de ter achado lindo o pensamento dele, bate o sininho do 'não minta para seu filho' e, quando me dei conta, já tinha dito o seguinte:

"Filho, adorei o que você falou, mas se você falasse isso a um economista (pausa para vocês imaginarem a breve explanação que fiz sobre o que é um economista, qual o objeto de estudo da Economia, tudo numa linguagem para um mocinho de quase 9 anos entender), ele te chamaria de louco.
Olha só, quando há muito dinheiro em circulação, aumenta um troço chamado 'inflação'. A 'inflação' faz os preços subirem. Se os preços subirem, o dinheiro que chover vai poder comprar pouca coisa, quase nada, e os pobres continuarão pobres. Então, peça pra chover comida que é melhor".

A intenção foi boa, mas uma dúvida me bateu: será que ele vai querer ser economista???

That's all folks!!!

Fui!!!

24 setembro 2008

E se as pesquisas não adiantam...

Você, meu leitor, que está cansado de pesquisas non sense, e por conta disso, já começa a duvidar da ciência, não se desespere!!! Apele para o esoterismo.

(Definitivamente, não falta mais nada neste mundinho virtual, mas, enfim, se a ciência não dá jeito, quem sabe com uma forcinha do além as coisas se resolvem).

Ps.: a cereja do bolo do link acima é a promessa de upgrade!!! Não basta ser macumba virtual, tem que ser 2.0!!!

Como eu adoro...

... pesquisas "sem noção"!!!

E com relação a esta, cheguei à conclusão de que definitivamente não sou normal. Chego ao mesmo resultado sem me matar no salto alto.

23 setembro 2008

Mastercard...

Se eu fosse uma expert em informática, conseguiria colocar em figuras o que só consigo por palavras. Assim, a minha propaganda fajuta mastercard vai ficar só no âmbito das letras mesmo...

1 - comprar máscaras, luvas e outros acessórios, para não ser reconhecido - R$ 200,00

2 - se embrenhar no mercado negro e adquirir armas para assaltar o banco - R$ 1.500,00

3 - ser reconhecido pelo tamanho do derrier e das "poderosas coxas" - (definitivamente) não tem preço...

E por enquanto é só!!!

Ps.: considerando que as européias são meio desbundadas, o que podemos considerar como bumbum grande e poderosas coxas??? A mulher-melancia ou a Ana Michels???

Ps.2: imagine a assaltante respondendo à seguinte pergunta (em entrevista coletiva, claro): qual a emoção em ser reconhecida pelo bumbum???

22 setembro 2008

A evolução da espécie

A teoria de Charles Darwin, acerca da evolução da espécie, pode até ter suas falhas, mas em alguns pontos ela é indiscutivelmente certa. Dando uma pincelada sobre a tal teoria, Darwin percebeu que os seres distanciam-se de seus ancestrais em diversos aspectos, sobretudo o físico.

Restringindo o campo, tem-se o ser humano. Sua evolução é patente e, unindo a teoria com meus pensamentos, creio que atualmente um dos grandes diferenciais entre os homo sapiens é o fino sarcasmo, a requintada ironia, pois requer um uso tão decantado do cérebro, que poucos alcançam esse patamar. Mas eis que noto que essa utilização não se resume aos seres humanos.

Reparem na refinada esperteza do pássaro que, após muito tolerar, em vez de fazer escândalos, promover uma luta entre seus "companheiros" de cela (ou gaiola, como queiram), optou por um recurso simples, de esforço mínimo, e de eficácia máxima... simplesmente show!!!

É isso aí!!!

19 setembro 2008

Traumatizando o analista


Não preciso dizer nada. A tirinha do Angeli é auto-explicativa.
Fuiiiiiiiiiiiiii!!!!

18 setembro 2008

Opala 76

O ano de 1976 foi, definitivamente, o segundo melhor ano do século passado, perdendo apenas para 1989 e 1999 (empatadíssimos em primeiro lugar). Além de ser o ano do dragão de fogo (evento raríssimo no calendário chinês), trouxe ao mundo esta que vos escreve e um carro (sim, naquele ano o Opaleira ainda era um carro) que, com o passar do tempo, entrou para o folclore de certas pessoas e de um certo instituto.

Reza a lenda que uma vez tentaram furtar o Opaleira, mas os ladrões não lograram êxito em sua empreitada em virtude de um moderníssimo sistema de alarme anti-furto: o câmbio saía!!! Não, não desistam de ler este post, achando ser história de pescador, o câmbio realmente saía!!! O Opaleira era daqueles veículos cuja marcha ficava localizada ao lado do volante. Mas sabe-se lá por que motivos, o parafuso que a prendia era algo inexistente!!! Assim, o então possuidor levava consigo um pedaço de seu tão amado carro.

Outra característica interessante era a ausência de cor. Na Física, dizem ser o branco a presença de todas as cores e o preto, a ausência. Pois bem, o carro possuía dois tons de branco com um tertium genus beirando o creme, de modo que a simples pergunta "qual a cor do Opaleira" era de deixar louca a própria Esfinge (se isso tivesse sido perguntado a ela, ia rolar uma auto-esfingofagia). Ah, isso tudo sem que ainda fosse moda dar mil nomes para as nuances das cores. Definitivamente, era um auto fashion!

A lataria... pulemos essa parte...

O motor era um investidor frustrado. Desejava sobremaneira ser sócio da Bosch. Por não ter conseguido realizar seu sonho de infância, obrigava seu possuidor a verter riachos de dinheiro na troca semanal de velas... todas da marca Bosch.

Ah, um pequeno comentário sobre a lataria. Barcos modernos possuem um belíssimo piso feito de uma material altamente resistente e transparente, com o fulcro de dar aos passageiros o regalo de visualizarem o fundo do mar. O passageiro do Opalera também era presenteado com algo semelhante, pois conseguia visualizar o asfalto por um furinho que existia no assoalho.

O banco... ah, o banco!!! O banco era o chantili do bolo!!! Era um banco inteiro (inteiro = não havia a divisão entre banco do motorista e do passageiro, não é "inteiro" de "inteiro", sacaram?) com uma peculiaridade fantástica: o encosto do lado do motorista era escorado pelo estepe do carro!!! Ou seja, se furasse um pneu (o que, Graças a Deus e a todos os santos, beatos e aspirantes, nunca aconteceu enquanto eu usufruía do auto) o motorista teria de dirigir sem poder se recostar!!! Mágico, não???

Bem, se o banco era o chantili, qual seria a cereja??? A cereja era o porta-mala!!! O porta mala era moderníssimo, possuía um dispositivo que, à época, media 1,30m, pesava cerca de 26kg, falava, andava, lia, escrevia e conseguia passar pelo encosto do banco traseiro e abria o porta-mala por dentro!!! A chave era absolutamente desnecessária.

Outro dispositivo modernérrimo e chiquetérrimo eram as orelhinhas do Opaleira!!! Sim, o carro podia não ter uma audição aguçada, mas possuía orelhas de fazer inveja a Dumbo!!! (Não, não pense que por conta disso o auto voava, nem mesmo conotativamente. Por uma questão de lógica, e olha que eu nem sou tão lógica assim, chega-se facilmente à conclusão de que um carro com um motor de personalidade boschiana não é dotado de asas). Seguinte, em vez daqueles retrovisores redondinhos, característicos dos Opalas normais, o Opaleira tinha dois retrovisores de caminhonete!!! (eu sempre achei que eram de caminhão Scania 18 mil rodas, mas o possuidor jurava que eram de caminhonete... vamos agraciá-lo com o benefício da dúvida).

Ah, e devido aos meus dons mediúnicos, certa vez, conversando com seu possuidor, antes mesmo de saber que ele detinha tão peculiar auto, pego-me comentando do Opala do meu tio. Teci comentários fantásticos sobre: "já reparou nos faróis??? parecem cuia de índio!!!", "pior ainda se o carro for preto, fica parecendo carro de funerária!!!", "já viu o tanto que ele é quadrado??? parece uma banheira ambulante!!! só perde para o Landau e para o Galax!!!"... e ia fazendo outros comentários (pertinentes, diga-se), até que o possuidor revela "ah, eu tenho um Opala!!!"... E antes que eu pudesse ouvir minha cara se quebrando ao chão, tive presença de de espírito de falar "é, mas tem um motorzão, né???". Bem, eu ainda não conhecia a personalidade do motor do Opaleira.

E é só!!!

Ps.: convencidos de que não posso ser chamada de "maria gasolina"???

Tem ladrão que é pai...

Quando você pensa que já viu de tudo, eis que surge um ladrão de carro (se é que se pode chamar um Monza 83 de carro... pensando melhor, pra quem já andou - e muito - em Opala 76, com direito à placa com a data do aniversário, há a presunção de suspeição pra fazer qualquer afirmação sobre carro alheio) que, revoltadíssimo, liga para a polícia a fim de denunciar o crime de abandono de incapaz.

Explicando: o larápio estava a exercer o seu (des)ofício, quando foi frustrado pela presença de um garoto de 5 anos dormindo no banco traseiro do Monza/83 (carrão, hein!), enquanto sua chocad... genitora (mãe essa senhora certamente não é) e seu companheiro (marido ou algo que o valha) bebiam num botequim qualquer. Inconformado com a situação, o meliante resolve telefonar à polícia (diálogo, melhor, monólogo extraído da Folha de São Paulo):

- Fala pro filha da puta do pai dele pegar ele [sic] e levar pra casa o piázinho [menino]. (...) E diz pro filho da puta do pai dele que a próxima vez que eu pegar aquele auto [carro] e tiver um piá lá eu vou matar ele. (perceba que se trata de um ladrão consciente, pois nem ele consegue chamar o Monza de carro)

Segundo o referido jornal, o perplexo policial que atendeu a ligação só conseguiu dizer "ok".

Sempre disseram que estamos na era da especialização, taí uma pessoa que indica bem a tendência dessa nova época: ele furta carros, só carros!!!! Não seqüestra crianças, não rouba, não assalta bancos... o "negócio" dele são os veículos automotores dotados de 4 rodas (quadriciclo entra: pra quem furta Monza 83, quadriciclo é quase uma Mercedes Benz).

Chega de falar bobagem!!!

Fui!!!

Ps.: as palavras supostamente de baixo calão não foram substituídas por não haver encontrado adjetivos à altura.

Ps 2: podem me chamar do que quiserem, mas, por dedução, nota-se que "maria gasolina" não seria nada adequado (o Opala 76 é prova disso!!! Ah, para fins de ambientação, andava de Opala 76 nos anos 90!!! Aliás, esse auto merece um post!!!)

15 setembro 2008

Retificando...

no post anterior onde se lê: "- Desejo, sim, se você encontrar por lá um tal de La Fontaine, mande ele tomar no c......", leia-se "- Desejo, sim, se você encontrar por lá um tal de La Fontaine, mande ele fazer uma hidroterapia de cólon"

Exposição de motivos

A mudança é necessária, pois este é um blog com ambiente familiar. Assim, não ficaria nada bem uma formiguinha trabalhadeira, batalhadora, guerreira mandar um escritor da estirpe de La Fontaine tomar em lugares nada aprazíveis.

Ressalto, por oportuno, que se fosse o PC, tal correção seria dispensável.

14 setembro 2008

Para começar bem a semana...

Em homenagem à maravilhosa segunda-feira que se aproxima (e à total e completa falta de idéias para postar), uma fábula...

"A cigarra e a formiga

Era uma vez uma formiguinha e uma cigarra muito amigas.

Durante todo o outono a formiguinha trabalhou sem parar a fim de armazenar comida para o período de inverno. Não aproveitou nada do sol, da brisa suave do fim da tarde e nem do bate papo com os amigos ao final do expediente de trabalho para tomar uma cerveja. Seu nome e sobrenome era trabalho.

Enquanto isso, a cigarra só queria saber de cantar nas rodas de amigos, nos bares da cidade. Não desperdiçou um minuto sequer, cantou durante todo o outono, dançou, aproveitou o sol, curtiu para valer sem se preocupar com o inverno que estava por vir.

Então, passado alguns dias, começou a esfriar, era o inverno que estava começando. A formiguinha exausta, entrou em sua singela e aconchegante toca, repleta de comida. Mas, alguém chamava por seu nome do lado de fora da toca e quando abriu a porta para ver quem era, ficou surpresa com o que viu. Sua amiga cigarra estava dentro de uma Ferrari com um maravilhoso casaco de vison.

E a cigarra falou para a formiguinha:
- Olá, amiga, vou passar o inverno em Paris. Será que você podia cuidar de minha toca?
E a formiguinha respondeu: - Claro, sem problemas, mas o que aconteceu que você está com esta Ferrari! ; e vai para Paris?
No que a cigarra responde:
- Imagine você que eu estava cantando em um bar na semana passada e um produtor gostou de minha voz e fechei um contrato de seis meses para fazer shows em Paris. A propósito, amiga, deseja algo de lá?
- Desejo, sim, se você encontrar por lá um tal de La Fontaine, mande ele tomar no c......"

É ou não é uma fábula apropriadíssima para uma segunda-feira?????????

That's all, folks!!!

04 setembro 2008

Psicologia de choque!!!!

Minha mãe é uma mulher, no mínimo, esplêndida. Certa vez usou em mim uma psicologia singular...



Quando era pequena (tá bem, tá bem... quando era infanta), dava um trabalhinho para comer. Minha mãe, então, comprou um livro, em cuja ilustração da capa havia um homem com uma expressão corporal que denotava intenso sofrimento e uma fogueira bem perto dele. Mostrando-me a capa com rapidez, tive a impressão de que a barriga do homem estava pegando fogo. Assim que ela percebeu meu espanto, disse-me "Olha o que acontece com quem não come". E lá se vão alguns anos que não dou trabalho algum para comer...



Usando essa mesma psicologia, sugiro aos homens que leiam o texto abaixo (devidamente recebido por e-mail, claro), e vejam o que acontece com quem não levanta a tampa da privada para fazer xixi...



Três mulheres no Norte da Flórida morreram em vários hospitais em um período de 5 dias, todas com os mesmos sintomas. Febre, calafrios e vômitos, seguido pelo colapso muscular, paralisia e, finalmente, a morte. Não houve nenhum sinal de trauma.


As autópsias mostraram resultados de toxicidade no sangue e uma pequena fístula causada por picada de inseto na região das nádegas ou parte posterior da coxa. Essas mulheres não conheciam umas às outras e parecia que nada tinham em comum. Foi descoberta, no entanto, que elas tinham visitado o mesmo restaurante (Olive Garden) no dia da sua morte. O Departamento de Saúde foi ao restaurante, para desativá-lo e investigá-lo. Os alimentos, água, ar condicionado e tudo o mais foram inspecionados e testados, em vão. A grande surpresa veio quando uma garçonete do restaurante foi levada às pressas para o hospital com sintomas semelhantes. Ela disse que havia trabalhado nas férias, que haviam se encerrado no dia anterior àquela noite, e tinha ido ao restaurante naquele dia para pegar seu cheque do pagamento...
Ela não comeu nem bebeu nada, enquanto ela estava esperando, mas tinha usado o banheiro.
Mediante isso, um toxicólogo do Departamento de Saúde, lembrando de um artigo que tinha lido, dirigiu-se para os banheiros do restaurante e levantou o assento do vaso, sob a tampa o que viram era fora do normal, eram umas pequenas aranhas. As aranhas foram capturados e levadas para o laboratório, onde foi determinado ser: Dois Striped Telamonia (Telamonia Dimidiata), assim chamada por causa de sua cor rosada salmom avermelhada.



DO VENENO. A picada é indolor, o veneno desta aranha é extremamente tóxico, podendo fazer efeito de imediato, mas pode demorar de 1 a 2 dias para fazer efeito. Elas vivem no frio e no escuro, climas e ambientes úmidos, como dentro de vasos sanitários que fornecem o ambiente propício para seu habitat.


Alguns dias mais tarde, um advogado de Jacksonville deu entrada em uma sala de emergência hospitalar. Antes de sua morte, disse ao médico que havia saído em viagem de negócios, tinha tomado um vôo da Indonésia, mudando de avião em Singapura, antes de voltar para casa. Ele não visitou o (Olive Garden). Em sua autópsia encontraram um ferimento por picada de inseto no órgão genital (assim como todas as outras vítimas). Os investigadores descobriram que ele estava no vôo que tinha se originado na Índia. A Aeronáutica Civil Board (CAB) ordenou uma inspeção imediata dos banheiros de todos os vôos da Índia e dai a descoberta das aranhas Dois Striped Telamonia (Telamonia Dimidiata), haviam ninhos em 4 diferentes planos do avião! Está sendo cogitado que estas aranhas estejam em todos os países do mundo, trazidas nos vôos internacionais, pois elas são originárias da Índia.


Acredita-se agora que estas aranhas podem estar em qualquer parte de todos os países pois elas se alojam no interior dos aviões, mais precisamente no compartimento de bagagens e nos vasos sanitários.



Portanto, por favor, antes de você usar um toalete público, mesmo em bares e restaurantes, lojas, em qualquer lugar mesmo em sua casa, caso tenha feito viagem de avião recentemente, levante o assento do vaso para verificar se não há aranhas ...... Estas aranhas podem vir nas bagagens sem serem detectadas. Esta atitude pode salvar a sua vida!



Hum... depois de ler, fiquei intrigada:

a) os homens estadunidenses já levantam a tampa??? Perceba que só as mulheres foram vítimas

b) será que, além dos sensores de metal, dos raios-x, agora os viajantes também terão de passar por um banho de pesticida???

c) será que essa mulherada é meio porca??? Porque eu não sento num vaso de banheiro público nem com reza brava!!!



Até!!!



Ah, faltou a foto da aranhinha






Eu em dias de TPM



Se uma imagem vale mais que mil palavras, uma tirinha deve valer, pelo menos, três mil... bem, acho que não preciso dizer mais nada, né???

Inté!!!

Ps.: Só pra constar, não estou de TPM...

01 setembro 2008

E-mail q. me faz rir até hoje!!!

Recebi esse e-mail há muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito tempo. Toda vez que preciso dar boas risadas, recorro a ele... não, ele não tem nada de esotérico, de inspirador, mas me ajuda muito a não enlouquecer, ainda que as pessoas insistam em me tornar concorrente de manicômio.

Como notei que várias pessoas lêem este blog (e isso pra mim foi uma grata surpresa), resolvi dividi-lo com vocês. Assim, toda vez que alguém (ou "alguéns") quiser fazer de você motivo de inveja para os pinéis, leia "Festa de Fim de Ano"

Assunto: Organização da Festa de Fim de Ano
DE: Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
PARA: Todos os Funcionários
Data: 1º de dezembroAssunto: Festa de Natal

Tenho o prazer de informar que a Festa de Natal da empresa será no dia 23 de dezembro, com início ao meio-dia, no Salão de Festas privativo da Churrascaria Grill House.

O bar estará aberto com várias opções de bebidas.... Teremos uma pequena banda tocando canções tradicionais de Natal! Sinta-se à vontade para se juntar ao grupo e cantar!

Não se surpreenda se nosso Vice-Presidente aparecer vestido de Papai-Noel!

A árvore de Natal terá suas luzes acesas às 13h.

A troca de presentes de amigo secreto pode ser feita a qualquer momento, entretanto, nenhum presente deverá exceder R$20,00, a fim de facilitar as escolhas e adequar os gastos a todos os bolsos.

Este encontro é exclusivo para funcionários. Nesta ocasião, nosso Vice-Presidente fará um discurso bastante especial!

Feliz Natal para vocês e suas famílias!!!

Patrícia


DE: Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
PARA: Todos os Funcionários
Data: 2 de dezembro
Assunto: Festa de Final de Ano

De maneira alguma nosso Memo datado de 1º de dezembro pretendeu excluir nossos funcionários judeus! Reconhecemos que o Chanukah é um feriado importante e que costumam coincidir com o Natal, mas isso não aconteceu este ano. De qualquer forma, passaremos a chamá-la de "Festa de Final de Ano".

A mesma política se aplica a todos os outros funcionários que não sejam cristãos e àqueles que ainda celebram o Dia da Reconciliação.

Não haverá Árvore de Natal. Nada de canções de Natal, nem coral. Teremos outro tipo de músicas para o seu entretenimento.

Felizes agora?

Boas Festas para vocês e suas famílias,

Patrícia


DE: Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
PARA: Todos os Funcionários
Data: 3 de dezembro
Assunto: Festa de Final de Ano

Com relação ao bilhete que recebi de um membro dos Alcoólicos Anônimos solicitando uma mesa para pessoas que não bebem álcool... você não assinou seu nome! Fico feliz em atender o pedido, mas se eu puser uma placa na mesa "Exclusivo para AA", você não será mais anônimo... Como faço então?

Esqueçam a troca de presentes. Nenhuma troca de presentes será permitida, uma vez que os membros do sindicato acham que R$20,00 é muito dinheiro e os executivos acham que R$20,00 é muito pouco para um presente.

NENHUMA TROCA DE PRESENTES SERÁ PERMITIDA, certo?

Patrícia


DE: Patricia
PARA: Todos os Funcionários
Data: 7 de dezembro
Assunto: Festa de Final de Ano

Nossa, que grupo heterogêneo somos!!! Eu não sabia que no dia 20 de dezembro começa o mês sagrado doRamadan para os muçulmanos, que proíbe comer e beber durante as horas do dia. Lá se vai a festa!!!

Agora sério, entendemos que uma refeição nesta época do ano seja um problema sem precedentes para a crença de nossos funcionários muçulmanos..... Talvez a da Churrascaria Grill House possa segurar o serviço de buffet até o fim do dia - ou então, embalar tudo para que vocês levem para casa nas marmitex. O que vocês acham disso?

Novidades: Neste meio tempo, consegui que os membros do Vigilantes do Peso sentem-se o mais longe possível do buffet de sobremesas e as mulheres sentem-se o mais perto possível dos banheiros; homossexuais podem sentar-se juntos. Mulheres homossexuais não têm que sentar-se com homens homossexuais, que terão sua própria mesa.

E sim, haverá um arranjo de flores no centro da mesa dos homens homossexuais. Para as pessoas que pediram permissão para trocarem de roupa, nenhuma troca de roupa será permitida.

Teremos assentos mais altos para pessoas baixas.

Comida com baixa-caloria estará disponível para os que estão de dieta. Nós não podemos controlar a quantidade de sal utilizada na comida, desta forma, sugerimos às pessoas com pressão alta que "provem" a comida antes. Haverá frutas frescas de sobremesa para os diabéticos - o restaurante não dispõe de sobremesas sem açúcar.

Nossas profundas desculpas.

Esqueci de alguma coisa?

Patrícia


DE: Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
PARA: Todos os Funcionários Filhos da P*
Data: 7 de dezembro
Assunto: Festa de Final de Ano do Caralho

Vegetarianos!?!?!??! Sim, vocês também tinham que dar sua opinião de m* ou reclamar de alguma coisa!!! Nós manteremos o local da festa na Churrascaria Grill House; quem não gostar, f*-se!

Então, como alternativa, seus p*, vocês podem sentar-se quietinhos na mesa mais distante da "churrasqueira da morte", conforme vocês se referiram, de forma bastante depreciativa, ao utensílio, e vocês terão a sua mesa de saladas de m*, incluindo tomates hidropônicos da casa do c* & arrozinho grudento pra comer com pauzinhos. Mas aqueles (e naturalmente haverão..) que não concordarem em usá-los, podem enfiá-los no c*.

Mas como vocês devem saber, os tomates, eles também têm sentimentos! Os tomates gritam quando vocês os fatiam. Eu mesma os ouvi gritar! Eu os estou ouvindo gritar agora mesmo!!!!!

Ah !!!! Espero que vocês todos tenham uma bosta de final de ano! Dirijam muito, muito bêbados e morram todos, escutaram?????

A Vaca, diretamente da p* que os pariu


DE: Jonas Bispo - Diretor Interino de Recursos Humanos
PARA: Todos os Funcionários
Data: 14 de dezembro
Assunto: Patrícia Gomes e Festa de Final de Ano

Tenho certeza que falo por todos desejando para a Patrícia um rápidor estabelecimento para sua crise de stress e continuarei a encaminhar suas mensagens para ela no sanatório. Por conta deste fato, a diretoria decidiu cancelar a Festa de Final de Ano e dar folga remunerada para todos na tarde do dia 23 de dezembro.

Boas Festas!

Jonas